Grupo de pesquisa ligado à linha de Comunicação e Política do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal do Paraná.

Comunicação Governamental

A comunicação governamental visa promover o contato entre os governantes e a população. Tem como principal característica a publicização de realizações implementadas pela gestão eleita.

Sendo assim, é uma forma de comunicação que transcende partidos e deve se notabilizar por seu caráter informativo, ao mesmo tempo em que corrobora na construção da identidade de marca do governo estabelecido em seu período de gestão, o que infere uma comunicação de permanência duradoura, mas determinada exatamente pelo período do mandato.

O CEL estuda as variáveis que compõem a comunicação governamental, componente do marketing governamental, enquanto parte significativa do planejamento de marketing, e desenvolve análises de cenários, discursos, propostas e ações que redundam na difusão da comunicação junto aos variados públicos de interesse da administração governamental.

Publicações:

– Comunicação Política Internacional em Tempos Incertos: o impeachment de Dilma Rousseff nos discursos brasileiros nas Nações Unidas. Luciana Panke e Pedro Chapaval Pimentel. Revista Observatório, v. 5, n 2, 2019

Marca-País: o caso brasileiro (1990-2018). Pedro Chapaval Pimentel e Luciana Panke. Trabalho apresentado no XIV Congreso de la Asociación Latinoamericana de investigadores de la comunicación. Costa Rica, 2018.

Os Discursos Diplomáticos e a Imagem Pública do Brasil na Assembleia Geral das Nações Unidas (2003-2015). Pedro Chapaval Pimentel e Luciana Panke.  Capítulo de Livro, 2017.

Impeachment e Imagem Pública: uma análise do discurso vazado de Michel Temer. Bruno Washignton Nichols e Pedro Chapaval Pimentel. Revista Internacional de Relaciones Públicas, N13 Volume VII, 2017.

– Agendamento e deliberação: o Pontal do Estaleiro (Porto Alegre, 2011). Josemari Poerschke de Quevedo. Capítulo de livro, 2017.

Dilma Rousseff na Assembleia Geral das Nações Unidas: Análise dos Discursos de 2011 e 2015. Pedro Chapaval Pimentel e Luciana Panke. Encuentro Latinoamericano (ELA), v 4, n 2, 2017.

Do vazamento de um discurso à posse do Governo Interino: o marketing político de Michel Temer. Pedro Chapaval Pimentel, Bruno Washington Nichols e Josemari Poerschke de Quevedo. Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação Política – Compolítica, 2017.

– Dilma Rousseff na Assembleia Geral das Nações Unidas: Análise dos Discursos de 2011 e 2015. Pedro Chapaval Pimentel e Luciana Panke. Trabalho apresentado no Intercom Sul, 2016, Curitiba.

– Estado Islâmico e a Espetacularização do Terrorismo. Pedro Chapaval Pimentel. Trabalho apresentado no Encontro de Pesquisa em Relações Internacionais, 2016, Marília.

A política de vacinação contra o HPV no Brasil: a comunicação pública oficial e midiática face à emergência de controvérsias. Josemari Poerschke de Quevedo, Myrrena Inácio, Adriana Moro Wieczorkievicz e Noela Invernizzi, 2016

O Acontecimento Jango: Exumação e Memória na Simultaneidade do Jornalismo – Josemari Poerschke Quevedo e Marja Pfeifer Coelho, 2016.

Da TV aberta para a segunda tela: pronunciamentos de Dilma no segundo mandato. Luiz Ademir, Alexandre da Costa, Aline Pereira, 2015.

Comunicação governamental: mudança de estratégia nos pronunciamentos de Dilma Rousseff (PT) em 2015 – Alexandre Augusto da Costa, Aline Andrade Pereira e Luiz Ademir de Oliveira, 2015.

– Publicidade, Propaganda e Política – Ary Azevedo. Apresentado durante o XIV Congresso Ibero-americano de Comunicação – IBERCOM 2015. 

A nova revolta da vacina? Uma análise sobre os comentários no Facebook do Ministério da Saúde durante a campanha de vacinação do HPV. – Josemari Poerschke de Quevedo e Myrrena Inácio. Trabalho apresentado ao Grupo de Trabalho “Comunicação e Política”, do VII Encontro de Pesquisa em Comunicação – Enpecom (página 1117 a 1135), 2015.

– As rupturas nos fluxos de comunicação política entre a opinião pública e as instâncias políticas – Sérgio Trein (Unisinos). Trabalho publicado no Anuário Unesco/Metodista de Comunicação Regional, Vol. 17, No 17 (2013).

– Da continuidade de Lula em 2011 ao “novo governo” reeleito em 2015: as principais característicasdos discursos de posse de Dilma Rousseff ao Congresso Nacional. Emerson Urizzi Cervi e Lucas Gandin. Trabalho apresentado ao GT de Comunicação e Política do 24º Encontro Nacional da Compós – Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, 2015, Brasília.

Atuação da internet na sociedade, política, e exercício da democracia representativa – Jeferson Thauny, 2012, Enpecom.

– O paradoxo dos gimmicks na política: por que humanizar quem já é humano? – Sérgio Trein (Unisinos). Trabalho publicado na Revista Signos do consumo – V.3, N.1, (2011).

– Lula, do sindicalismo à reeleição: um caso de comunicação, política e discurso – Luciana Panke. Guarapuava: Unicentro; São Paulo: Horizonte, 2010.

– Opinião Pública e Comportamento Político – Emerson UrizziCervi. Curitiba: Editora Ibpex, 2010.

Formulação e Avaliação de Políticas Públicas – Emerson UrizziCervi, Lenir Aparecida Mainardes da Silva, Liza Holzzman e Solange Moraes Barros . Ponta Grossa: EdUEPG, 2010.

– Tão perto e de mim distante: a comunicação política da prefeitura municipal de Porto Alegre através das placas de obras – Sérgio Trein (Unisinos). Tese de doutorado defendida dentro do Programa de Pós-graduação da Faculdade dos Meios de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Comunicação e debate público: o caso Pontal do Estaleiro em Porto Alegre. Josemari Poerschke de Quevedo. Dissertação de mestrado – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da UFRGS (2010).

Limites da Accountability e da Comunicação Pública: Câmara e Prefeitura Municipal de Porto Alegre no debate público sobre o Pontal do Estaleiro – Josemari Poerschke de Quevedo e Maria Helena Weber. Trabalho apresentado ao Grupo de Trabalho “Comunicação e Política”, do XIX Encontro da Compós (2010).